fbpx

Acidente de trânsito

ônibus escolar com mais de 40 crianças cai em barranco em São José de Ribamar

SÃO JOSÉ DE RIBAMAR – Na manhã desta terça-feira (28) uma van que faz o transporte escolar de alunos da rede municipal de São José de Ribamar caiu em um barranco, na estrada que dá acesso ao bairro Panaquatira, localizado no município. No momento do acidente mais de 40 jovens estavam no veículo. Uma criança ficou ferida durante o acidente.

Segundo a Prefeitura de São José de Ribamar, o veículo apresentou problemas técnicos e caiu em um barranco e ficou preso em algumas árvores. O motorista teria controlado, com habilidade o veículo, que não tombou.

Os próprios pais de algumas crianças que estavam dentro ônibus que ajudaram a socorrer as vítimas. Uma das vítimas sofreu um ferimento na cabeça, foi levada ao hospital, onde recebeu atendimento médico e logo em seguida, foi liberada.

O Corpo de Bombeiros do Maranhão (CBMMA) informou que a van escolar estava lotada e algumas das crianças estavam em pé. A Polícia Militar do Maranhão (PM-MA) também foi acionada até e a van foi retirada do local com a ajuda de um trator.

Taís Santana, marisqueira, estava dentro do ônibus com os dois filhos e os irmãos pequenos quando o acidente aconteceu. Ela conta que o ônibus não conseguiu frear a tempo antes de cair no barranco.

“Eu acho que esse ônibus não tinha era freio porque ele foi até o meio da ladeira e eu não vi ele frear, só vi ele caindo. Quando eu disse ‘vai cair’ metade dele já estava no abismo”, conta Taís.

Por meio de nota a Prefeitura de São José de Ribamar informou que prestou assistência aos feridos, lamentou o ocorrido e disse que os ônibus passam por revisão regularmente para a prestação de serviço aos alunos. O caso será investigado pela Secretaria Municipal de Educação.

A van escolar é a única forma das crianças que vivem no bairro Panaquatira chegaram até a escola. Os pais relatam que, devido as condições, muitas vezes as vans já passam cheias no bairro e os veículos seguem lotados.

“Muitas vezes a van vem lotada já de cima. Então isso não é necessário, se ele vem buscar os alunos daqui de baixo, a gente já falou sobre essa ladeira e o escolar muito cheio, acontece algo como aconteceu hoje”, disse Ana Rose Borges, dona de casa.(IMIRANTE).

 

 

Advertisements

Deixe uma resposta