Opinião: Decisões que Flavio Dino tem que tomar

Depois da entrevista concedida pelo ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, onde o petista deixou claro que um eventual apoiamento a uma candidatura de Flávio Dino à Presidência da República, só seria possível se o comunista estivesse no PT, o governador do Maranhão só teria três caminhos a seguir.

O primeiro caminho seria Flávio Dino se transferir para o PT e tentar viabilizar sua candidatura, mas já sabendo que o candidato derrotado nas últimas eleições, Fernando Haddad, já trabalha para novamente disputar as eleições presidenciais.

O segundo caminho seria permanecer no PCdoB e fazer uma composição com o PT, mas já tendo a consciência, desde agora, que o máximo que conseguiria nessa chapa seria a vaga de candidato a vice-presidente.

O terceiro caminho, nesse momento parece o mais apropriado, seria um recuo. Flávio Dino abriria a mão de disputar a Presidência da República em 2022 e disputaria a única vaga existente para o Senado no Maranhão.

Em se elegendo, Flávio Dino teria que se destacar no Senado Federal, seria mais fácil se a direita permanecesse no poder, para somente em 2026 disputar a Presidência da República e, desta vez, sem o risco de ficar sem mandato, pois no caso de uma derrota, voltaria ao Senado.

No entanto, no caso de um recuou, Flávio Dino irá mexer com outras peças no tabuleiro da política maranhense que já estavam posicionadas para 2022.

É aguardar e conferir.

Por Jorge Aragão

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: