Pai de Djokovic: ‘Ele será um símbolo do mundo livre’

O pai do sérvio Novak Djokovic não poderia deixar de comentar o ocorrido com o filho na Austrália, onde o atual número 1 do mundo teve seu visto de entrada no país cancelado e foi barrado no aeroporto de Melbourne. Srdjan Djokovic defendeu o filho e atacou as autoridades australianas em declaração à imprensa de seu país.

“Meu filho está em cativeiro esta noite, mas nunca esteve tão livre. A partir de hoje, Novak se tornará um símbolo e líder do mundo livre, o líder dos países e povos oprimidos. Mostrou que mesmo um pequeno país heróico como a Sérvia pode ter o maior atleta de todos os tempos. Isso não pode ser escondido”, bradou o pai do sérvio.

“Você pode ser preso hoje ou amanhã, mas a verdade sempre encontra seu caminho. Novak luta pela igualdade de todas as pessoas do planeta, não importa a que Deus orem ou quanto dinheiro tenham”, acrescentou o polêmico pai de Djokovic.

Ele afirma que razões políticas estão por trás dessa decisão. “O mundo rico pode não permitir que Nole continue jogando tênis, mas vai revelar sua verdadeira face e um jogo muito mais sério terá início. De um lado, haverá membros gananciosos e arrogantes da oligarquia mundial e, de outro, um mundo libertário e orgulhoso que ainda acredita na justiça e na verdade ”, garante.

Já resignado com a impossibilidade de Djokovic poder competir na Austrália, o pai mostra toda a confiança no filho e já prevê a próxima grande glória. “O que podemos fazer se eles não o deixarem jogar? Vamos esperar Roland Garros e o 21º Grand Slam”, finalizou Srdjan.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: