Pedestres reclamam do alto acúmulo de lixo nas ruas causado por falta de coleta regular em Paço do Lumiar

Ao andar por algumas ruas do bairro do Maiobão, vê-se a comprovação que o serviço de limpeza pública urbana não está acontecendo ou está praticamente suspenso. O principal problema é a irregularidade na frequência da coleta. Sem saber quando o caminhão vai passar, a população acaba descartando os resíduos em lotes vagos e matas, originando verdadeiros lixões a céu aberto.

O acúmulo de sujeira em locais inapropriados cria um ambiente propício para a proliferação de animais indesejados, inclusive do mosquito Aedes aegypti, transmissor da chikungunya, dengue, zika vírus e febre amarela, doenças que geram verdadeiros transtornos que levam à morte.

Em março deste ano, o então prefeito Domingos Dutra, contratou pelos valores estratosféricos de R$ 10 milhões de reais a empresa Sellix Ambiental para realizar a coleta de lixo e limpeza por doze meses.

A equipe tentou entrar em contato com a assessoria de comunicação da prefeitura, mas não obteve sucesso.

 

 

 

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: