PF prende ex-governador do Tocantins Marcelo Miranda envolvido em esquema de corrupção

O ex-governador do Tocantins Marcelo Miranda (MDB) foi preso durante operação da Polícia Federal na manhã desta quinta-feira (26). Miranda é investigado por corrupção, peculato, fraudes em licitações, desvios de recursos públicos, recebimento de vantagens indevidas, falsificação de documentos e lavagem de dinheiro.

Em conjunto com o Ministério Público Federal (MPF) e a Receita Federal, agentes da PF cumprem 11 mandados de busca e apreensão e três de prisão preventiva, expedidos pela 4ª Vara Federal de Palmas. Miranda foi preso em Brasília, no apartamento funcional da mulher, a deputada Dulce Miranda (MDB-TO). Ela, no entanto, não é investigada.

A Operação 12º Trabalho é realizada em decorrência de outras operações da PF, que encontrou no centro das investigações a família de Miranda, “com poderes suficientes para aparelhar o estado, mediante a ocupação de cargos comissionados estratégicos para a atuação da organização criminosa”.

A PF identificou um “sofisticado esquema” com o uso de laranjas para “dissimular a origem ilícita de bens móveis e imóveis, frutos de propinas em troca de favores a empresários dos diversos ramos de atividade que mantinham contratos com o poder público”.

Até o momento, a PF estima que houve um prejuízo de mais de R$ 300 milhões aos cofres públicos.

Fonte: Portal Metrópoles

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: