fbpx

Pobreza cresce no MA, enquanto Fundo acumula quase R$ 700 mi

A ex-governadora Roseana Sarney (MDB) apresentou ontem (17) dados do IBGE que apontam para um significativo aumento da extrema pobreza no Maranhão desde o primeiro ano da primeira gestão Flávio Dino (PCdoB).

De 2015 até 2019, a taxa de maranhenses nessa realidade subiu de 15,2% para 20,4% – aumento de quase 30%, segundo os número revelados pela emedebista. Que fez, ainda, um questionamento pertinente:

“Como compreender esse cenário com o Estado dispondo de um Fundo Maranhense de Combate à Pobreza que possui cerca de R$ 683 milhões em caixa?”.

Detalhe: o tal Fundo Maranhense de Combate à Pobreza, ou Fumacop, é abastecido com recursos do ICMS cobrado sobre o combustível pago pelos consumidores locais.

O mesmo ICMS que só aumenta, ano a ano, a gestão comunista.

 

 

 

Acompanhe essas e outras notícias em Imaranhao.com

 Siga, também o Imaranhao no Twitter, Instagram

Curta nossa página no Facebook

Inscreva-se no nosso canal no Youtube

 

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: