Polícia prende grupo suspeito de tráfico de drogas, homicídios e outros crimes em Itapecuru Mirim

A Polícia Civil do Maranhão, por meio da Delegacia Regional de Itapecuru Mirim, prendeu em flagrante delito, nessa quinta-feira (28), sete pessoas pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, homicídio e tentativa de homicídio, furto qualificado, receptação e tentativa de latrocínio. Prendeu ainda três adolescentes entre 14 e 16 anos em flagrante delito pelo ato infracional análogo ao crime de posse irregular de arma de fogo, no Povoado Purgão, na cidade de Itapecuru Mirim.

Segundo a polícia, na residência onde estavam, foi encontrada e apreendida diversos tipos de droga, um tijolo de maconha (aprox. 1 Kg), porções de cocaína, uma pedra bruta de crack, 10 porções individualizadas contendo crack e 2 armas de fogo.

Nesta ação policial, foram presos Francisco das Chagas de Paula, conhecido como “titão”, 33 anos, Ronaldo Mendes; 22 anos, Lucas Vieira Santos, 18 anos; Terisson Gonçalves Frazão; conhecido como “pepeu”, 26 anos; Maciel Mendes Moreira, 23 anos; José Pereira, 55 anos e Vanderly Cantanhede de Sousa, conhecido como “fifi”, 31 anos, além dos adolescentes.

De acordo com a polícia, a operação foi realizada com intuito de combater esses tipos de crime. A Polícia Militar de Itapecuru Mirim e Guarda Municipal da cidade apresentaram ainda, um menor de 16 anos, que foi autuado, por posse ilegal de arma dentro do Colégio onde estuda, tendo ameaçado uma vitima, também estudante.

A polícia revelou que Lucas, um dos criminosos confessou o homicídio contra uma vitima identificada como Galego, ocorrido no último sábado (23), na Beira Rio, bar do Pernambucano. Capturou Terisson Gonçalves por furto, segundo a polícia, ele tem 15 passagens pela prática de crimes. Prendeu ainda, Maciel e José Pereira por tráfico de drogas, além de Vanderly pela tentativa de latrocínio contra uma vitima, que deu tudo que tinha e mesmo assim ele desferiu um golpe de faca em seu pescoço.

Todos foram encaminhados para a delegacia da cidade, onde prestaram esclarecimentos e ficarão a disposição do Poder Judiciário.

O Imparcial

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: