fbpx

Maranhão

Polícia prende segundo suspeito de participar do assassinato de capitão da PM no MA

A Polícia Civil prendeu mais um suspeito de participação no assassinato do capitão da Polícia Militar do Maranhão, Jeremias Veras Nunes, no Povoado Descanso, zona rural de Caxias.

Além do PM, um funcionário também foi ferido durante a ação criminosa. Os criminosos fugiram levando um veículo, uma arma de fogo e dinheiro do capitão.

 

A prisão aconteceu na manhã desta segunda-feira (27), em Piracuruca, interior do Piauí, em cumprimento a um mandado de prisão preventiva. Segundo a polícia, ele é um dos três suspeitos de invadir a propriedade do capitão e o matar com cinco tiros.

Momento em que um dos suspeitos de matar o PM Jeremias é preso, no Piauí — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Momento em que um dos suspeitos de matar o PM Jeremias é preso, no Piauí — Foto: Divulgação/Polícia Civil

O investigado foi preso na companhia de outros dois homens, após as forças de segurança do Piauí descobrirem que o trio pretendia realizar um assalto nas proximidades de uma agência bancária de Piracuruca.

Com os criminosos, os policiais apreenderam duas pistolas, várias munições, aparelhos de celulares e um veículo, o mesmo usado para oferecer apoio a um assalto de um malote de dinheiro nas imediações de uma agencia bancaria de Piracuruca.

Outra prisão

 

No dia 9 de dezembro, outro suspeito de matar o PM Jeremias já tinha sido preso. O homem, de 26 anos, foi localizado por uma equipe da Polícia Rodoviária Federal que estavam realizando uma missão na Bahia para reforçar o policiamento no estado.

Durante uma fiscalização no km 101 da BR-101, no município de Alagoinhas, na Bahia, os PRFs abordaram um ônibus interestadual, que havia partido de Pernambuco com destino a Minas Gerais.

Ao realizar a verificação de todos os passageiros no sistema, foi identificado um mandado de prisão em aberto contra um passageiro de 26 anos, emitido pela 2ª Vara Criminal de Caxias/MA, pelo crime de homicídio qualificado.

A PRF constatou que o homem era suspeito de envolvimento no assassinato do capitão Jeremias Veras Nunes e, diante das evidências, recebeu voz de prisão e foi conduzido à Delegacia da Polícia Civil de Alagoinhas/BA.

Advertisements

Deixe uma resposta