fbpx

Cidade Eleições 2024 Política

Política em Presidente Juscelino: Pré-candidatos se unem em prol da democracia

Presidente Juscelino – Maranhão – Acordo entre pré-candidatos promete eleição democrática e unida na cidade do Munim

 

O cenário político da bela cidade de Presidente Juscelino, localizada na região do Munim, já começa a se movimentar a menos de um ano das eleições de 2024. No último sábado, 14 de outubro, um evento marcante reuniu pré-candidatos a prefeito(a) para discutir os rumos da cidade e seu futuro político.

A roda de conversa, que contou com a presença de importantes figuras da política local, teve como principal objetivo demonstrar o compromisso dos pré-candidatos com a democracia e a unidade. Entre os nomes presentes, destacam-se o ex-prefeito Magno Teixeira, o Vereador Leonardo Castro, a vereadora Silvia de Zé Aleijado, o ex-vereador Adão e o advogado Cardoso. A presença dessas personalidades demonstra a seriedade do compromisso com a cidade e seu povo.

O grande diferencial desse encontro político foi o acordo firmado entre os pré-candidatos. Eles se comprometeram a deixar de lado a imposição política e priorizar a voz da população. Segundo eles, na política, nada deve ser imposto, mas sim pautado pela vontade do povo. Portanto, a escolha do candidato(a) que representará o grupo nas eleições de 2024 será feita com base na opinião popular.

Essa decisão inovadora promete trazer uma dinâmica diferente às eleições da cidade. O nome escolhido pela opinião popular receberá o apoio integral dos demais pré-candidatos presentes no encontro, assim como do ex-prefeito Carrinho Castro, o ex-prefeito Darcy, a vereadora Dora de Juracy, o Vereador Cássio, Ednaldo da Prata, ex-vereador Magno Alves, a Presidente da Colônia de Pescadores, Maryci, e outros importantes líderes locais.

Em um momento onde a polarização política tem dominado o cenário nacional, a iniciativa dos pré-candidatos de Presidente Juscelino destaca-se como um exemplo de unidade, democracia e comprometimento com o bem-estar da população.

Como bem disse um dos presentes no encontro, “para que o mal não prevaleça, basta que os bons não cruzem os braços.” A cidade do Munim e seus habitantes podem, assim, esperar uma eleição baseada na vontade popular e no espírito de cooperação entre seus líderes políticos. A democracia, mais uma vez, prevalece como a voz do povo.

Advertisements

Deixe uma resposta