População se aglomera em frente as agências da Caixa neste sábado, em São Luís

SÃO LUÍS – As agências da Caixa Econômica Federal, em São Luís, amanhecerem com longas filas neste sábado (2). Vários clientes se aglomeram nas portas das agências para fazerem o saque do auxílio emergencial, pois o banco está aberto das 8h às 12h, exclusivamente para tirar dúvidas de beneficiários do auxílio emergencial nascidos de janeiro a outubro e fazer o pagamento dos que, nesse grupo, desejam receber o crédito em dinheiro.

Por meio das redes sociais, o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, afirmou que determinou às equipes da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) que realizem interdições nas vias do entorno das agências bancárias do João Paulo, São Cristóvão e Centro. O objetivo é que, sem o tráfego de veículos nessas áreas, as pessoas tenham mais espaço para manter o distanciamento recomendado.

Aglomerações

Em todo o país, 902 agências estarão abertas para realizar o atendimento. Para evitar aglomerações, a Caixa orienta que a população só se dirija a esses locais em último caso. A prioridade do banco é manter o atendimento digital, por meio do cadastramento por app, site e a movimentação do benefício pelo Caixa Tem, que dá acesso à poupança social digital.

“Dessa forma, o banco reforça o pedido para que a população só se dirija às agências em último caso. Aqueles que receberam o crédito por meio da Poupança Digital Caixa podem pagar boletos e contas de água, luz, telefone, entre outras, bem como fazer transferências para outros bancos por meio do aplicativo”, diz a Caixa em nota.

Bolsa-Família

A Caixa lembra ainda que beneficiários do Bolsa-Família recebem o crédito no mesmo calendário e na mesma forma do benefício regular, por meio do cartão Bolsa-Família nos canais de autoatendimento, lotéricas e correspondentes Caixa Aqui; ou por crédito na conta Caixa Fácil.

Multa por aglomeração

Desde o início do pagamento do auxílio emergencial, grandes filas têm sido registradas nas agências da Caixa. Na última quinta-feira (30), o banco foi multado em R$ 1 milhão por conta das aglomerações. De acordo com o Procon, foi constatada a falta de organização no acesso as agências, gerando filas extensas e aglomerações. Para o órgão, é de responsabilidade da instituição financeira a aplicação de normas e a fiscalização das agências.

Ao todo, 22 agências da Grande Ilha de São Luís foram autuadas e serão multadas por não apresentarem os cuidados necessários para o cumprimento do decreto. Além disso, foram constadas a ausência de horários de funcionamento, o desabastecimento de caixas eletrônicos e tempo de espera para atendimento. As fiscalizações estão sendo realizadas em conjunto com a Vigilância Sanitária e a Polícia Militar do Maranhão.

O Procon afirma que as fiscalizações também serão realizadas no interior do estado. Em caso de denúncias, o consumidor deve procurar o site do órgão ou o aplicativo Procon MA, disponível nas plataformas Android ou IOS.

Os órgãos de fiscalização verificaram que devem ser adotadas medidas como balizamento e a organização das filas, distanciamento entre os clientes, uso de equipamentos de proteção individual, higienização periódica de superfícies, disponibilidade de álcool em gel ou água e sabão, de acordo com o que determina o Decreto Estadual n° 35.731/2020.

imirante

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: