‘Povo vai eleger e empossar o presidente em 2022, e não será o Bolsonaro’, diz Lula

O ex-presidente Lula (PT) concedeu entrevista à Jovem Pan News de Sergipe nesta terça-feira, 20, e afirmou que a situação que o país enfrenta em virtude da pandemia do coronavírus é o que motiva a sua possível candidatura à Presidência nas eleições de 2022. “É exatamente pela situação difícil que o Brasil está vivendo que eu talvez possa me definir como candidato em 2022. Eu estou conversando com muita gente, estou ouvindo muita gente e, no momento certo, eu tomo a decisão se é é possível ser candidato ou não”, afirmou o petista. “Nós definimos que, em 2021, a gente ia se dedicar primeiro em brigar com o governo para que ele assumisse a responsabilidade de garantir que todo o povo brasileiro pudesse ter vacina. Depois, a gente vai brigar com o governo, e estamos brigando, para que ele conceda o auxílio de R$ 600 para que o povo possa sobreviver. E terceiro, para que a gente consiga fazer com que pequenos e médios empreendedores possam ter crédito para que mantenham as suas empresas funcionando e para que a gente evite o crescimento do desemprego”, explicou Lula, que acrescentou que não esperava que a fome voltasse ao Brasil. “É preciso voltar a governar esse país para tentar mostrar que é possível o povo brasileiro viver melhor, é possível o povo brasileiro acordar todo santo dia e tomar café, almoçar, janta”, elencou Lula, que afirmou que o que está vendo atualmente é o “desmonte do Brasil”.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: