Prefeito de São Pedro dos Crentes pede doações da população em dinheiro para construir creche

O prefeito Lahesio Rodrigues (PSDB) está pedindo doações da população em uma conta bancária para construir uma creche em São Pedro dos Crentes, a 540 km de São Luís. O pedido foi feito em sua própria rede social, onde ele diz que não é corrupto e justifica a medida como um plano de ação para realizar a obra em meio a um déficit no município.

“O FUNDEB não tem recursos para se fazer uma obra desse porte. É um dinheirinho contado. O investimento do Governo Federal para construir creche no governo que passou foi de 10 milhões de reais para um Brasil inteiro construir creche. Isso é ridículo. Então a única forma que eu achei foi pedir dinheiro. É muito ousado, mas é o jeito”, disse Lahesio.

Maquete da creche que a Prefeitura de São Pedro dos Crentes quer fazer por meio das doações dos moradores — Foto: Divulgação/Prefeitura de São Pedro dos Crentes

Maquete da creche que a Prefeitura de São Pedro dos Crentes quer fazer por meio das doações dos moradores — Foto: Divulgação/Prefeitura de São Pedro dos Crentes

Sobre os recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB), foi apurado que o sistema de informações do Banco do Brasil aponta o repasse de mais de 600 mil (R$ 693.937,5) à prefeitura, apenas pelo FUNDEB, somente entre maio e junho de 2019.

Meta da conta bancária para as doações

Atualmente, a conta bancária para as doações à prefeitura possui R$ 5 mil e a meta é juntar R$ 100 mil para comprar a matéria prima para a creche. A obra, segundo Lahesio, será realizada por execução direta com toda a mão de obra fornecida pela prefeitura.

“Por que vamos fazer execução direta? Engenheiro, nós temos. Os pedreiros, nós temos. Os serventes, nós temos. Nós também fazemos multirões, eu e meus secretários. Então nós vamos licitar só o material e a mão de obra toda é da prefeitura”

Em nota o prefeito disse ainda que não teme que a medida seja ilegal. Para ele, não há irregularidade e ainda existe o respaldo da Câmara de Vereadores e da população.

“É legal. Antes de fazer, eu me respaldei. Fizemos o projeto para a Câmara, a câmara aprovou. Se o legislativo aprovou, acabou. […] Como essa conta também é da prefeitura, as pessoas doam nessa conta e a prestação de contas vai ser feita conforme se faz naturalmente nas contas da prefeitura, como FUNDEB, SUS, FPM… A gente vai prestar contas ao TCE como se fosse uma conta qualquer da prefeitura”, declarou o prefeito.

G1

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: