fbpx

Preocupação do Ministério da Saúde com Covaxin é ‘zero’, diz Queiroga

 

CLÁUDIO MARQUES/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOO ministro da Saúde Marcelo Queiroga

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou nesta quinta-feira, 24, que a preocupação da pasta com a vacina indiana Covaxin é “zero”. Questionado se o Ministério da Saúde vai manter o contrato para compra do imunizante, Queiroga disse que o assunto está sob responsabilidade da área jurídica da pasta. A negociação da Covaxin está sendo investigada pelo Ministério Público Federal (MPF) e pela CPI da Covid-19. Queiroga, por sua vez, afirmou que o governo não comprará a vacina. “Não foi pago um centavo e nem vai ser”, anunciou. “Estamos trabalhando para antecipar as doses das vacinas que têm registro definitivo ou emergencial na Anvisa. A Covaxin está na rubrica da Sputnik, mesma coisa. Então não é motivo de preocupação para o ministro da Saúde”, finalizou. Na quarta-feira, 23, Queiroga encerrou uma entrevista após ser questionado se o imunizante será comprado pelo preço que foi negociado, mais caro do que o de outras vacinas. “Eu falei em que idioma? Eu falei português. Não foi comprada uma dose sequer da vacina Covaxin nem da Sputnik”, disse.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: