fbpx

Geral

Preso por esfaquear pessoa em situação de rua planejava novos atentados

O jovem de 18 anos preso por esfaquear um homem em situação de rua, enquanto ele dormia em um bar de São Luís, afirmou em depoimento à polícia ter planejado outros ataques semelhantes ao realizado no dia 8 de novembro.

“Em depoimento, ele (suspeito) confirmou que guardou a luva e o canivete para cometer outros crimes da mesma espécie, e da mesma forma que ele cometeu esse, aleatoriamente, sem vítima, dia ou horário definido”, revelou o delegado Wolney César Rubim, responsável pela 9ª Delegacia de Polícia Civil.

A investigação aponta que o rapaz não possui envolvimento com o mundo do crime organizado, mas ainda apura os dados do telefone do suspeito para confirmar se ele fazia ou não parte de algum grupo da deepweb que coordena esse tipo de ação.

“Ele estava simplesmente acordado à noite, resolveu sair para andar e no momento que encontrou a pessoa dormindo na rede, optou por esfaqueá-la, dando três golpes de canivete e depois se evadindo do local”, contou o delegado.

Na parede do quarto do jovem, os policiais encontraram algumas palavras escritas aleatoriamente como violência, droga, faca e raiva.

“A princípio tivemos autorização da apreensão do telefone celular dele e estamos fazendo o levantamento dos dados do telefone. Porém, todo levantamento feito, até o momento, trata ele como um rapaz que completou 18 anos recentemente e não tem antecedentes”, explicou Wolney.

Para a vítima do ataque resta a esperança por uma punição adequada. “Planejo seguir em frente com a vida. Trabalhando do mesmo jeito, vivendo do mesmo jeito. Espero que ele pague pelos crimes que cometeu, e que quando ele sair de lá, ele saia uma pessoa restaurada, e saia com um bom pensamento”, desabafou o homem que preferiu não se identificar.

Relembre

O jovem de 18 anos foi preso por esfaquear um morador de rua enquanto dormia em uma rede em um bar no bairro Ponta d’Areia, em São Luís.

Na ocasião, a polícia informou que ele confessou a tentativa de homicídio e acabou sendo preso na própria casa, que fica localizada próximo ao local onde o crime aconteceu.

Além da prisão, a polícia também apreendeu o canivete, um par de luvas e um par de tênis de cor preta, itens usados para praticar o crime.

O rapaz foi conduzido para o Sistema Penitenciário Pedrinhas onde ficará à disposição da Justiça. A Polícia Civil segue investigando o caso.

Advertisements

Deixe uma resposta