“Quase decidindo”, diz Roseana Sarney sobre candidatura em 2022

A ex-governadora Roseana Sarney (MDB) declarou nesta terça-feira (28), em entrevista ao programa Ponto Final, da Rádio Mirante AM, que está “quase decidindo” seu futuro político em 2022.

Ela se disse honrada com os resultados das mais recentes pesquisas de intenções de votos, em que aparece em primeiro lugar em todas, e que os números são um reconhecimento do trabalho.

“Pergunta difícil. Estou quase decidindo. Eu fico muito feliz, muito honrada com o resultados das pesquisas. Todas essas pesquisas que foram feitas neste ano me colocam numa posição privilegiada perante os outros candidatos, e isso me deixa muito feliz, por quê? Porque é o reconhecimento do trabalho, é o reconhecimento do que eu fiz pelo Maranhão, do que eu fiz por São Luís”, declarou.

A emedebista destacou, ainda, o trabalho da sua equipe ao longo das gestões. “Não só eu, toda a nossa equipe. Eu acho que nós fizemos o nosso trabalho. Esse voto vai para as estradas, para as escolas, tudo o que nós realizamos se transformou na intenção de voto. Não é o voto em si, mas a intenção de voto”, completou.

Roseana acrescentou que o MDB ainda aguardará os resultados dos próximos levantamentos eleitorais antes de formalizar uma decisão. A ex-governadora reafirmou, no entanto, que prefere lançar uma candidatura a deputada federal.

“Nós estamos chegando ao fim do ano, claro, tem essa última pesquisa, meu nome ainda está aí, o MDB, partido que eu presido, ainda disse que quer ver mais algumas pesquisa, então eu ainda não retirei meu nome da disputa. Mas se você me perguntar, ‘Roseana, você quer novamente concorrer ao Governo do Estado?’, eu vou dizer que, pessoalmente, é uma posição minha, e não do grupo, não do partido, eu não gostaria mais de me candidatar ao Governo do Estado, eu gostaria de me candidatar a deputada federal. Por quê? Porque foi lá que eu comecei. Eu estou quase em fim de carreira e, claro, quero acabar na Câmara porque eu acho que eu tenho uma experiência e tenho uma contribuição a dar, não só para o nosso estado, mas para o país também, porque eu conheço bem, também, o parlamento, gosto do parlamento, e que queria representar o meu estado, sim, porque eu sei que eu vou representar, modéstia à parte, o meu estado na Câmara Federal”

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: