Rodoviários e patrões estabelecem acordo de 7% de reajuste salarial

Após encontro entre Rodoviários e empresários no Tribunal Regional do Trabalho na manhã desta quarta-feira (19), ficou acordado um reajuste de 7% de aumento salarial.

Inicialmente, a palavra foi concedida ao Presidente do SET, Gilson Neto, que trouxe uma nova proposta para a mesa de negociação, 5% de reajuste em cima dos salários e de outros benefícios garantidos aos trabalhadores. Isaias Castelo Branco, Presidente do Sindicato dos Rodoviários, reconheceu que até aqui, houve avanço nas negociações, mas o representante dos trabalhadores foi enfático em afirmar, que ainda não havia possibilidade de fechar um acordo com a proposta apresentada pelos patrões.

Após as duas categorias conversarem particularmente, os Rodoviários defendiam reajuste salarial de 8% e em cima de outros benefícios. Os patrões sustentavam os 5% de reajuste. Como o impasse parecia que não ia ser resolvido, o Desembargador Gerson de Oliveira apresentou uma proposta intermediária de 7% de aumento salarial. Depois de retomadas as discussões, foi estabelecido o acordo de reajuste de 7%, que será concedido aos trabalhadores, a partir do próximo mês de janeiro. O percentual só foi aceito pela diretoria do Sindicato dos Rodoviários, mediante a garantia de manutenção da função de cobrador e mais a disponibilização integral, do plano de saúde.

Em relação aos demais pontos, como por exemplo, a extinção da função de cobrador, o Desembargador do Trabalho, sugeriu que a questão fosse debatida posteriormente, ou seja, a partir do próximo ano, já que ele entende que o fim de uma atividade, não pode ser discutida em uma ou duas audiências, fora que existe uma lei municipal que proíbe a exclusão da função de cobrador do sistema.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: