fbpx

Guerra Mundo

Rússia lança novo ataque contra Ucrânia e deixa 12 mortos

A Rússia efetivou um ataque massivo contra a Ucrânia nesta sexta-feira, deixando 12 pessoas mortas e pelo menos 60 feridos em várias regiões do país. Houve ataque direcionado à capital Kiev e explosões em outras importantes cidades como Kharkiv e Lviv.

A informação foi dada ao mundo pela Força Aérea da Ucrânia. Segundo a instituição militar, a Rússia usou misseis de cruzeiro, balísticos e hipersônicos, além de drones, durante o ataque desta sexta-feira.

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, afirmou que forças russas lançaram 110 mísseis contra a Ucrânia, bem acima da média dos ataques perpetrados ao longo de todo o 2023. Entre os alvos bombardeados, disse Zelensky, estão maternidades, escolas, shoppings e residências.

Entre os mortos, 10 ficaram presos em escombros em Kiev, e outras duas pessoas morreram após uma área residencial ser atingida por mísseis em Odessa, no sul do país.

“Infelizmente, houve mortes e feridos como resultado dos ataques. Certamente responderemos aos ataques terroristas. E continuaremos a lutar pela segurança de todo o nosso país”, escreveu Zelensky em uma rede social.

À imprensa russa, o porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia, Igor Konashenkov, confirmou o ataque em série, mas alegou que apenas alvos militares foram atacados.

Já o governo ucraniano negou e disse que a Rússia mirou também infraestruturas sociais, uma tática que tropas de Moscou usaram ao longo de 2023 para tentar desestabilizar cidades da Ucrânia.

Resultado
Em Kiev, a Prefeitura da cidade informou que uma estação de metrô usada como abrigo foi atingida, e cinco pessoas ficaram feridas.
Já em Kharkiv, no leste da Ucrânia, 22 ataques russos foram registrados.

Os bombardeios atingiram hospitais, prédios residenciais e indústrias da região, de acordo com as autoridades locais. Uma pessoa morreu e oito ficaram feridas, na cidade.

Além disso, explosões foram ouvidas após uma ameaça de míssil ser anunciada em Lviv, na região oeste do país. Uma pessoa morreu e três ficaram feridas após um prédio residencial ser atingido.

Em Dnipro, no sudeste da Ucrânia, uma maternidade foi atingida por um ataque russo, de acordo com a imprensa ucraniana. Na região, quatro pessoas morreram e várias ficaram feridas. Em Odessa, uma área residencial foi bombardeada.

O Ministério da Energia da Ucrânia afirmou que quatro regiões do país estão ficaram sem luz por causa dos ataques.

Guerra na Ucrânia
O ataque encerra um ano em que ambos os lados não conseguiram avançar de forma significativa. A contraofensiva da Ucrânia, respaldada por um forte apoio militar dos Estados Unidos e da Europa, avançou menos do que o esperado. Já a Rússia, de acordo com o Instituto para o Estado da Guerra, dos Estados Unidos, conseguiu manter a maior parte dos territórios conquistados em 2022.(imirante)

 

 

 

 

Advertisements

Deixe uma resposta