Sampaio Corrêa empata com o CSA no Castelão e garante vaga nas quartas de final da Copa do Nordeste

Com emoção e sufoco até o último instante, a reação do Sampaio Corrêa na fase de grupos da Copa do Nordeste foi coroada com a classificação para as quartas de final. Em partida válida pela oitava rodada do Nordestão e disputada na tarde deste sábado (10), no Estádio Castelão, o Tricolor teve que se contentar com o empate por 0 a 0 diante do CSA, mas conseguiu a vaga na próxima fase da competição regional com os tropeços de Treze e Confiança, que ainda estavam na disputa pelo G4 do Grupo A.

Precisando da vitória para se classificar sem depender de outros resultados, o Sampaio Corrêa foi ao ataque no começo de jogo, porém, não conseguiu furar o bloqueio do CSA, que se mostrava perigoso nos contragolpes. Na etapa final, com a Bolívia Querida tendo dificuldades para avançar, o Azulão melhorou de produção e pressionou, mas o Sampaio segurou o empate sem gols no Castelão.

Invicto há seis jogos na Copa do Nordeste, o Sampaio Corrêa chegou aos 11 pontos com o empate em casa e permaneceu na quarta colocação do Grupo A do Nordestão. Treze e Confiança ainda tinham chance de passar o Tricolor, mas não fizeram sua parte, mesmo jogando em seus domínios: enquanto o Galo da Borborema empatou com o Sport, o Dragão foi derrotado pelo Fortaleza. Também com 11 pontos, o CSA garantiu classificação como quarto colocado do Grupo B da competição regional.

Nas quartas de final da Copa do Nordeste, a equipe do Sampaio Corrêa terá pela frente o Ceará, único time invicto no torneio, que se classificou com a melhor campanha do Grupo A. Vozão e Bolívia Querida se enfrentarão em jogo único, na Arena Castelão, em Fortaleza, com data e horário a serem definidos pela Diretoria de Competições da CBF. O CSA, por sua vez, enfrentará o Fortaleza, em duelo que também será realizado na Arena Castelão.

Classificados no Nordestão, Sampaio Corrêa e CSA voltam agora as suas atenções para outras competições. Enquanto a Bolívia Querida terá pela frente o Superclássico contra o Moto Club na noite desta quarta-feira (14), às 20h30, no Estádio Castelão, pela quinta rodada do Campeonato Maranhense, o Azulão encara o Remo nesta terça-feira (13), às 21h30, no Estádio Rei Pelé, pela segunda fase da Copa do Brasil.

O jogo

O início de partida no Castelão foi muito estudado pelas duas equipes, que não esboçavam uma pressão e nem se arriscavam além da conta. A primeira grande finalização da partida foi do Sampaio Corrêa: logo aos seis minutos, Eloir arriscou o chute de longa distância e quase marca um belo gol.

O lance animou o Sampaio Corrêa, que avançou as linhas e tentou sufocar o CSA. Aos 22 minutos, Joanderson aproveitou sobra de bola em dividida entre Jefinho e Norberto e arriscou o chute da entrada da área pelo Tricolor, mas a bola passou por cima do gol. A resposta do Azulão veio aos 23, com Dellatorre sendo lançado em profundidade e travado por Mota, que saiu bem do gol e fechou o ângulo.

Com o passar do tempo, o Sampaio Corrêa foi acumulando chances perdidas. Aos 35 minutos, Ferreira chutou forte, cruzado, e levou muito perigo ao gol de Darley. Já aos 46, o CSA desperdiçou sua melhor oportunidade no primeiro tempo, com Mota fazendo grande defesa em chute de Marco Túlio.

CSA melhora, Sampaio tenta, mas jogo termina sem gols

Antes que o cenário do segundo tempo se desenhasse no Castelão, o CSA perdeu uma grande oportunidade logo no primeiro minuto, após Rodrigo Pimpão driblar Marlon e finalizar fraco, para defesa de Mota. O Sampaio Corrêa tentou responder, mas sem muito perigo: aos 15, Marlon aproveitou erro do CSA na saída de bola e cruzou para Joanderson, que foi travado antes de arriscar o chute.

Mesmo garantindo a classificação com os resultados de momento, o Sampaio Corrêa não quis saber de depender da sorte e voltou ao campo de ataque. Jefinho, aos 24 minutos, finalizou bem, e Darley, atento, salvou o CSA. O Azulão, por sua vez, desperdiçou mais uma oportunidade de abrir o placar aos 26: após cruzamento de Bruno Mota, a bola bateu em Marlon, e Mota fez a defesa pelo Sampaio.

Na reta final de partida, o Sampaio Corrêa trocou passes no campo de ataque, procurando um espaço na fechada defesa do CSA. Ao mesmo tempo em que fazia uma forte marcação, porém, o Azulão não conseguiu encaixar um contragolpe em busca do gol da vitória. Diante desse cenário, Sampaio e CSA seguraram o 0 a 0 até o apito final.

FICHA TÉCNICA

SAMPAIO CORRÊA: Mota; Sávio, Joécio, Allan Godói (Lucão) e Marlon; Ferreira, André Luiz (Pablo) e Eloir (Guilherme Teixeira); Dudu (Jajá), Joanderson (Pimentinha) e Jefinho. Treinador: Rafael Guanaes

CSA: Darley; Norberto, Matheus Felipe, Lucão e Vitor Costa; Silas (Marquinhos), Gabriel e Aylon (Silvinho); Marco Túlio (Bruno Mota), Dellatorre (Iury) e Rodrigo Pimpão. Treinador: Mozart.


 

Acompanhe essas e outras notícias em Imaranhao.com

Siga, também o Imaranhao no Twitter, Instagram

Curta nossa página no Facebook

Inscreva-se no nosso canal no Youtube


                     

                                                      

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: