Sampaio Corrêa perde para o Cruzeiro no Castelão e se distancia da briga pelo acesso

Vivendo o seu maior jejum de vitórias no Campeonato Brasileiro Série B, o Sampaio Corrêa recebeu o Cruzeiro na noite desta sexta-feira (8), no Estádio Castelão, na expectativa de encerrar a má fase justamente em um dos confrontos mais aguardados nesta edição da Segundona e ganhar fôlego na briga pelo acesso à Série A. A Bolívia Querida, entretanto, decepcionou o torcedor tricolor e apresentou mais uma vez o futebol apático que se tornou o retrato da equipe no returno da Segundona: sem conseguir se impor em casa, o Sampaio foi derrotado por 1 a 0 pelo Cruzeiro, em partida válida pela 33ª rodada da competição nacional, e se distanciou ainda mais da briga pelo G4 da Série B.

Precisando da vitória para afastar de vez qualquer risco de rebaixamento, o Cruzeiro precisou de apenas três minutos para surpreender o Sampaio Corrêa no Castelão. Após ser lançado na ponta-esquerda, Airton deu um passe na medida para William Pottker fazer o desvio na pequena área e abrir o placar pela Raposa. Depois disso, o cenário do jogo não sofreu maiores alterações: enquanto o Tricolor apresentava pouca criatividade no campo de ataque, mesmo com maior posse de bola, a Raposa apenas administrou a vantagem, principalmente depois da expulsão de William Pottker no início do segundo tempo. Com o Sampaio finalizando mal e o Cruzeiro satisfeito com o resultado, o placar não sofreu mais alterações no Castelão.

Derrotado pela quinta partida consecutiva e sem vencer há sete rodadas na Série B, o Sampaio Corrêa caiu para a nona posição da competição nacional, com 45 pontos, sete a menos que o quarto colocado CSA, restando apenas cinco jogos para o encerramento da Segundona. Já o Cruzeiro, com 44 pontos, subiu para o 11º lugar da Segundona e está praticamente garantido na próxima edição do torneio.

O próximo compromisso do Sampaio Corrêa na Série B está marcado para a noite da próxima terça-feira (12), às 19h15, diante do Botafogo (SP), no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto.

Antes que o cenário da partida se desenhasse no Castelão, o Cruzeiro apresentou as suas credenciais para o Sampaio Corrêa e esbanjou eficiência: com apenas três minutos, Airton recebeu passe em profundidade de Giovanni e fez um cruzamento na medida para William Pottker, que fez o desvio e abriu o placar para a Raposa. Surpreendido pela iniciativa da equipe mineira, o Sampaio tentou responder rápido, apostando em jogadas individuais de Roney, mas a defesa celeste levou a melhor e freou os avanços do Tricolor.

Aos poucos, o Sampaio Corrêa invadiu o campo de defesa do Cruzeiro e trocou passes em busca das oportunidades de gol. Roney, aos 22 minutos, passou como quis por Raul Cáceres e arriscou o chute forte, que tirou tinta do ângulo esquerdo de Fábio. Apesar da melhora, o Tricolor continuava levando sustos: aos 23 minutos, Rafael Sobis aproveitou erro do goleiro Gustavo na saída de bola e arriscou o chute de primeira, para fora.

Na reta final do primeiro tempo, o Cruzeiro recuou suas linhas, e o Sampaio Corrêa aproveitou para intensificar a pressão. Robson Duarte, aos 33 minutos, fez boa jogada individual e chutou cruzado, para grande defesa de Fábio. Apostando nos contragolpes, a Raposa quase ampliou a vantagem aos 39: após receber lançamento em profundidade, Rafael Sobis ficou no mano a mano com Daniel Felipe, que conseguiu travar a finalização do atacante cruzeirense.

Perto dos acréscimos, o Sampaio Corrêa criou as melhores oportunidades de gol na primeira etapa. Aos 44 minutos, Eloir avançou e fez um cruzamento perfeito para Caio Dantas, que cabeceou livre na pequena área e viu Matheus Pereira fazer o corte pelo Cruzeiro, quase em cima da linha. No rebote, o camisa 9 do Sampaio chutou forte e foi travado por Ramon, que jogou a bola pela linha de fundo. Já aos 45, Caio Dantas recebeu passe de Marcinho e invadiu a área, mas Fábio fez o corte com o pé antes da finalização do centroavante tricolor.

Mesmo com um jogador a mais, Sampaio não fura retranca do Cruzeiro

Na etapa final, o Sampaio Corrêa manteve a postura de valorização da posse de bola, porém, sem maior agressividade no campo de ataque. O Cruzeiro, por sua vez, estava focado em jogar no contragolpe, ainda mais com a expulsão de William Pottker, aos cinco minutos, após reclamação com a arbitragem. Apesar da vantagem no número de jogadores, o Tricolor encontrava dificuldades para avançar: aos 17 minutos, Joazi escapou pela direita e serviu Robson Duarte, que não conseguiu finalizar bem e deixou a bola tranquila para defesa de Fábio.

Como o Cruzeiro não avançava e parecia satisfeito com o placar, o Sampaio Corrêa foi com tudo para o campo de ataque, mas sem criar uma verdadeira pressão sobre o goleiro Fábio. Depois de um tempo sendo mero observador das ações pouco criativas do Tricolor, o camisa 1 celeste voltou a trabalhar aos 30 minutos, defendendo uma cobrança de falta de Marcinho, no meio do gol.

Nitidamente exausto, o time do Cruzeiro teve apenas uma preocupação nos instantes finais de partida no Castelão: frear todo e qualquer avanço do Sampaio, que foi ao ataque mais na base da raça do que da organização. Bastante ativo, mesmo sem balançar as redes, o atacante Caio Dantas fez boa jogada individual aos 43 minutos e chutou forte da entrada da área, obrigando Fábio a espalmar a bola pela linha de fundo. No minuto seguinte, após cobrança de escanteio do Sampaio, a zaga do Cruzeiro afastou mal e Jackson, de meia-bicicleta, finalizou para o gol, mas Fábio fez uma improvável defesa com o rosto e garantiu a vitória celeste em São Luís.

FICHA TÉCNICA

SAMPAIO CORRÊA: Gustavo; Joazi (Roni), Joécio, Daniel Felipe e João Victor (Eloir); André Luiz, Vinicius Kiss (Jackson) e Marcinho; Robson Duarte (Diego Tavares), Roney e Caio Dantas. Treinador: Léo Condé

CRUZEIRO: Fábio; Raul Cáceres, Cacá (Paulo), Ramon e Matheus Pereira (Patrick Brey); Adriano, Filipe Machado e Giovanni (Jadsom Silva); Airton (Marcelo Moreno), Rafael Sobis (Welinton) e William Pottker. Treinador: Luiz Felipe Scolari

Acompanhe essas e outras notícias em Imaranhao.com.

Siga, também o Imaranhao no Twitter, Instagram e curta nossa página no Facebook,

inscreva-se no nosso canal no Youtube.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: