São Luís foi a capital com o maior índice de inflação em março do país

Na análise por capitais, São Luís apresentou o maior Índice Nacional de Preço ao Consumidor Amplo (IPCA) do país no mês de março, com 1,36%. O índice nacional foi de 0,75%. Esse é o índice oficial da taxa de inflação e foi divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Veja a inflação de março por região:

  1. São Luís: 1,36%
  2. Aracaju: 1,21%
  3. Porto Alegre: 1,18%
  4. Fortaleza: 1,04%
  5. Brasília: 0,93%
  6. Rio de Janeiro: 0,83%
  7. Curitiba: 0,83%
  8. Recife: 0,82%
  9. Rio Branco: 0,78%
  10. São Paulo: 0,78%
  11. Salvador: 0,76%
  12. Campo Grande: 0,70%
  13. Belém: 0,49%
  14. Vitória: 0,39%
  15. Belo Horizonte: 0,29%
  16. Goiânia: 0,12%

No acumulado dos últimos 11 Meses, o índice chegou a 4,58% em São Luís. O acumulado para o mesmo período no país é de 4,35%.

IPCA Acumulado Mês a Mês de São Luís: de maio de 2018 a março de 2019

Variações

Os subitens de maior peso no cálculo do IPCA foram os custos com empregado doméstico, gasolina e energia elétrica. Já os itens de despesa pertencentes aos grupos de alimentação, habitação e artigos de residência foram os que mais impactaram no índice de inflação de março em São Luís.

IPCA São Luís por grupos de despesa: variação no mês e impacto de cada grupo na formatação final do índice mensal — Foto: Divulgação/IBGE

IPCA São Luís por grupos de despesa: variação no mês e impacto de cada grupo na formatação final do índice mensal — Foto: Divulgação/IBGE

Feijão branco – 29,25%

  • Tomate – 27,2%
  • Feijão Carioca (Rajado) – 22,47%
  • Taxa de água e esgoto – 22,29%
  • Mamão – 20,11%

Índice

O IPCA é utilizado pelo Banco Central como um medidor oficial da taxa de inflação no Brasil, oferecendo a variação dos preços para o consumidor final. A pesquisa busca saber quais foram os preços cobrados ao consumidor em estabelecimentos comerciais, prestadores de serviços, domicílios (para verificar valores de aluguel) e concessionárias de serviços públicos.

São considerados grupos de produtos e serviços: alimentação e bebidas; artigos de residência; comunicação; despesas pessoais; educação; habitação; saúde e cuidados pessoais; transportes; e vestuário.

INPC em março foi de 1,39%

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), usado como referência para os reajustes salariais, ficou em 1,39% em março, acima dos 0,52% de fevereiro. O acumulado do ano está em 2,09%, o segundo maior dentre todas as capitais do país.

A nível nacional, o INPC ficou em 0,77% em março, acima dos 0,54% de janeiro. O acumulado do ano está em 1,68% e o dos últimos doze meses foi para 4,67%, contra 3,94% nos 12 meses imediatamente anteriores.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: