São Luís recebe mais 16 pacientes com Covid-19 de Manaus após crise no Amazonas

Mais 16 pacientes chegaram ao Hospital Universitário da UFMA, gerido pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, na noite dessa terça-feira (19). Agora, são 39 pacientes já transferidos de Manaus (AM) para São Luís (MA). Destes, 12 chegaram na última sexta-feira (15) e 11 no último sábado (16).

Com a coordenação do Ministério da Saúde (MS), uma rede de apoio foi criada em todo o país para receber os pacientes de Manaus com Covid-19 que não encontram mais vagas para internação na capital amazonense. Na tarde da última quinta-feira (14), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) encaminhou um ofício ao Ministério da Saúde disponibilizando, aproximadamente, 150 leitos distribuídos em nove hospitais universitários federais que fazem parte da rede Ebserh a fim de ajudar o Estado.

Com a mobilização de mais de 100 profissionais de saúde entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, psicólogos, assistentes sociais, fisioterapeutas, fonoaudiólogos e demais áreas de apoio para atender os pacientes transferidos de Manaus, os pacientes chegam ao hospital e são internados em enfermarias que estão devidamente equipadas com monitores multiparamétricos e ventiladores mecânicos.

Além de todo o apoio assistencial, não faltam ações humanizadas para receber de forma acolhedora os pacientes. Desde mensagens de carinho na chegada ao hospital até a possibilidade de vídeo chamadas e televisita com as famílias para tentar diminuir a saudade e possibilitar aos familiares saber todas as informações sobre o estado de saúde do seu ente querido.

O HU-UFMA doou mais de 400 mil reais entre os itens: medicamentos, materiais médico-hospitalares e equipamentos de proteção individual (EPIs). Todo o material foi separado e embalado no almoxarifado da Unidade Materno Infantil.

Crise no Amazonas

O Hospital Regional de Coari, no interior do Amazonas, registrou a morte de sete pacientes internados com a Covid-19 por falta de oxigênio, nessa terça-feira (19), segundo divulgou a prefeitura do município.

Segundo a nota divulgada, a cidade deveria ter recebido 40 cilindros de oxigênio às 18h de segunda (18), mas o voo que levaria o insumo foi direto para o município de Tefé (AM) e ficou impossibilitado de retornar, já que, no momento, o aeroporto não opera voos noturnos. Os cilindros chegaram a Coari apenas às 7h de ontem.

O aumento no número de internações de pessoas infectadas pelo novo coronavírus levou à lotação dos hospitais e a uma crise no sistema de saúde do Amazonas. Uma força-tarefa em parceria com o governo federal está realizando a transferência de pacientes internados para outros Estados para diminuir a lotação desses hospitais públicos.

 

COM INFORMAÇÕES DA ASSESSORIA E DA AGÊNCIA BRASIL

 

 

Acompanhe essas e outras notícias em Imaranhao.com

 Siga, também o Imaranhao no Twitter, Instagram

Curta nossa página no Facebook

Inscreva-se no nosso canal no Youtube

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: