“Se bicando há algum tempo”, diz Bolsonaro sobre Mandetta

Em entrevista exclusiva a Rádio Jovem Pam, o presidente da República, Jair Bolsonaro, demonstrou claramente que a sua relação com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, está realmente estremecida.

Bolsonaro, que tem defendido o isolamento vertical (isolando apenas as pessoas do grupo de risco) por conta da crise econômica, afirmou que ele e Mandetta, que defende o isolamento total, não se “bicam há algum tempo”. No entanto, nesse momento de “guerra”, Bolsonaro assegurou que não irá demitir o ministro, mas não assegurou sua permanência após a pandemia do novo coronavírus.

“O Mandetta já sabe que a gente está se bicando há algum tempo, já sabe disso, eu não pretendo demiti-lo no meio da guerra, não pretendo. Agora, ele é uma pessoa que […] em algum momento, ele extrapolou. Ele sabe que tem uma hierarquia entre nós, eu sempre respeitei todos os ministros”, afirmou o presidente.

Em outros trechos da entrevista, Bolsonaro disse que estaria faltando mais humildade do ministro da Saúde e que ele precisaria ouvir mais o presidente da República.

Mandetta tem tido apoio de outro ministro de primeira linha do Governo Bolsonaro e um dos mais bem avaliados, o ex-juiz federal Sérgio Moro (Justiça) tem dado declarações favoráveis ao colega de ministério e ao seu entendimento diante do isolamento total, nesse primeiro momento. Veja abaixo o trecho da entrevista em que Bolsonaro falou sobre a relação atual com Mandetta.

Ao ser procurado, Mandetta diz que não ouviu a entrevista do presidente pelo fato de estar trabalhando e assim seguirá fazendo.

É aguardar e conferir, mas nesse momento tenso e de crise, o que se precisa é da união de todos em prol da população.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: