Secretária é presa ao admitir ‘rachadinha’ em Presidente Dutra

A secretária da Indústria e Comércio do governo Juran Carvalho, em Presidente Dutra, Vitória Lima Gomes Santos, foi presa na tarde de ontem (2), após confessar em juízo ser “funcionária fantasma” do município, além da prática de “rachadinha”.

Nomeada para o cargo no dia 26 de maço de 2020 para exercer o cargo de primeiro escalão do governo municipal, a titular da pasta admitiu à Justiça que efetivamente nunca trabalhou, pois só assinava a folha de ponto, não sabendo sequer as atribuições de sua função.

Disse também a secretária que dos R$ 9,6 mil recebia como salário, ficava apenas com R$ 600, devolvendo o restante.

O caso agora será investigado pela Polícia Civil e pelo Ministério Público do Maranhão (MPMA) para se descobrir quem ficava com o restante do salário da secretária e se há outros casos como esse na gestão municipal.

Uma das possibilidade é que se proceda à quebra do sigilo bancário da secretária presa ou requisitar as imagens internas do banco que comprovem possíveis depósitos.

Vitória Lima Santos foi nomeada secretária de Presidente Dutra na mesma época da aliança Juran Carvalho/Irene Soares. Ela é cunhada do pré-candidato a vereador Zé Colmeia, que tem apoio do grupo nas eleições deste ano.

Com a prisão da secretária, as investigações deve se aprofundar para a descoberta de outros casos parecidos. E novas prisões podem ocorrer.

Outro lado

Entramos em contato com a Prefeitura de Presidente Dutra, por meio do seu canal disponível no site oficial da gestão, e aguarda retorno.

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: