Sesc-RJ se impõe em quadra, aplica 3 sets a 0 contra o Sesi-SP

Vitória e liderança isolada na Superliga Masculina. Com boa atuação, o Sesc-RJ derrotou o Sesi-SP por 3 a 0, com parciais de 31/29, 25/22 e 25/23, e ampliou a vantagem no topo da tabela da competição. O bom resultado levou a equipe carioca a 25 pontos – 9 vitórias e 1 derrota, abrindo seis em relação ao time paulista, que agora divide a vice-liderança com o Cruzeiro.

Wallace, maior pontuador do jogo com 24, também foi eleito o melhor jogador em quadra. O oposto e elogiou a atuação da equipe, que teve sete pontos de saque na partida.

Fizemos um bom jogo, bastante consistente, sacando forte e defendendo bem. Acho também que eles não jogaram tão bem, mas conseguimos o mais importante, que era o resultado positivo, vencer um adversário direto. Agora é focar no Cruzeiro – afirmou ele.

Com Penchev entre os titulares, o Sesc-RJ contou com a mão quente do búlgaro, que virou duas bolas no ataque e anotou um ace para abrir 6 a 3 no placar. A vantagem chegou a 8 a 4 mas, em uma sequência de erros da defesa carioca, o Sesi-SP se recuperou, virando para 9 a 8 com William no saque. Set disputado ponto a ponto, as equipes alternaram viradas até que, num erro de Allan, o Sesc-RJ passou à frente: 20 a 19. Tiago Barth, em ataque rápido pelo meio, fez 30 a 29 e, na sequência, ele de novo, Tiago Barth, fechou a parcial: 31 a 29.

O equilíbrio permaneceu no início do segundo set. Bem na defesa, o Sesc-RJ tinha também maior volume de jogo e abriu vantagem depois que Japa, contando com a ajuda na rede, fez um ace: 9 a 6. Os cariocas chegaram a abrir 15 a 12 mas, com erros no ataque, o Sesi-SP cresceu e chegou ao empate em 17 a 17. Wallace venceu o bloqueio simples de Lipe para fazer 23 a 22 e, na sequência, venceu a parede paulista para aumentar (24 a 22). Maurício Souza fechou o segundo set: 25 a 22.

O Sesi-SP começou melhor o terceiro set, abrindo 5 a 3. No ace de Thiaguinho, o Sesc-RJ empatou em 6 a 6. Japa, também em ponto de saque, colocou o time carioca em vantagem: 8 a 7. O saque estava funcionando bem. Wallace aumentou em mais um ace: 12 a 9. Tudo dava certo e os comandados de Giovane Gávio ampliaram a vantagem para 20 a 14. O Sesi-SP reagiu, Allan Patrick apareceu bem e a equipe paulista chegou a encostar (24 a 23), mas Lipe mandou o saque na rede para dar a vitória ao Sesc-RJ: 25 a 23.Do Ge

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: