Sessão da Câmara de Vereadores de Barreirinhas tem requerimentos e proposições importantes discutidas e aprovadas

Tomando as devidas precauções e mais uma vez sendo transmitida pelo seu canal oficial no YouTube, a Câmara de Vereadores de Barreirinhas realizou na tarde dessa terça-feira (02) mais uma Sessão Ordinária e presidida pelo vereador Carlos Dutra.
Na pauta vários requerimentos e proposições importantes foram discutidas, entre elas, um requerimento que trata do reajuste dos salários dos Professores vindo do executivo.

Outro requerimento importante foi do vereador Ronald Augusto, requerendo da Prefeitura pavimentação no entorno da Avenida Rodoviária, no bairro Cidade Nova. Seguido pelo requerimento do vice-presidente da casa vareador Via Box, requerendo da gestão municipal a construção do muro do Cemitério do bairro do Amapá.

O vereador Fábio Rocha juntamente com Wilson Via Box, instigaram a Gestão Municipal para que fosse pago um adicional de 12% por insalubridade aos profissionais da saúde, que estão na linha de frente do combate ao Covid-19.

Outro momento da sessão foi à fala do coordenador da CAEMA em Barreirinhas, Fernando Canavieira, a sua ida foi para esclarecimentos junto à mesa diretora e também aos demais Edis, seu comparecimento a casa, foi resultado do apelo do grupo de comunicadores que foram até a casa legisladora e cobraram um posicionamento dos vereadores sobre os esgotos da CAEMA que jogam diariamente no Rio Preguiças águas contaminadas e fezes.

Fernando Canavieira passou mais de uma hora respondendo a vários questionamentos dos vereadores sobre a atual situação dos esgotos na cidade, e explicou que tem feito de tudo para que o problema não ocorra mais.
Sempre com muito compromisso e responsabilidade a Mesa Diretora comandou a Sessão, discutindo e aprovando demandas de suma importância para população de Barreirinhas.

 

 

Acompanhe essas e outras notícias em Imaranhao.com. Siga, também o Imaranhao no TwitterInstagram e curta nossa página no Facebookse inscreva no nosso canal no Youtube. Entre em contato com nossa redação pelo WhatsApp ou ligue (98) 98400-0977.

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: