Sobe para 80.552 o número de casos por coronavírus na China

Um trabalhador de laboratório é visto no Departamento de Diagnóstico Laboratorial, que realiza testes de diagnóstico de coronavírus no Centro Wielkopolska de Pneumologia e Cirurgia Torácica em Poznan, Polônia em 3 de março de 2020. Foto tirada em 3 de março de 2020.

A China poderá impor mais medidas para evitar que portadores do novo coronavírus entrem no país, já que entre os mais recentes casos encontram-se pessoas que trouxeram o vírus do exterior.

Na quinta-feira, autoridades sanitárias confirmaram o contágio de outras 143 pessoas no território continental, sendo que 16 teriam contraído o vírus no exterior, elevando o total para 80.552 casos.

Relatos de outras 30 mortes, a maioria delas na província de Hubei, elevaram o total de mortes para 3.042.

Quatro pessoas que haviam viajado para a Itália tiveram resultados positivos ao serem testadas em Pequim. Em Xangai, uma pessoa que estava estudando no Irã foi confirmada com o vírus.

Segundo as autoridades, de 311 pessoas que chegaram em voos fretados à província de Gansu, provenientes do Irã entre segunda e quinta-feira, 11 também foram diagnosticadas com o vírus.

Governos regionais nas províncias de Pequim, Xangai e Cantão estão pedindo que passageiros provenientes do Japão, Coreia do Sul, Itália ou Irã fiquem em casa ou em outro local de quarentena por 14 dias.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: