Supermercados vão abrir durante lockdown e garantem que não faltarão alimentos

Supermercados da grande Ilha garantiram ao secretário de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), Simplício Araújo, que não vão faltar alimentos nas lojas.

Representantes de várias redes atuantes no Estado conversaram, por videoconferência, com a Secretaria no sábado (2), após muita gente lotar os supermercados diante do anúncio do lockdown. Vale ressaltar que os supermercados não vão fechar durante o lockdown, que se inicia nesta terça-feira (5).

O representante do Atacadão, Henrique Costa da Silva, disse que “a loja tem estoque suficiente para atender a demanda da capital”.

“Nossos estoques estão preparados para atender São Luís e todo o Estado”, disse Ilson Mateus, proprietário do Grupo Mateus. Mesma linha também apontada pelos demais participantes da reunião.

O debate com os representantes de supermercados e o secretário Simplício Araújo também reforçou o pedido do governador Flávio Dino para que não haja aglomeração nos estabelecimentos.

“Essas declarações ressaltam que não vai haver desabastecimento nos supermercados que atendem a Ilha de São Luís. Destaco que, durante o lockdown, supermercados e farmácias permanecem abertos, ou seja, não há a necessidade de aglomerações nesses estabelecimentos”, afirmou Simplício.

Simplício Araújo, durante a reunião, fez um pedido aos proprietários de supermercados para que aumentem a participação de produtos das indústrias locais. “Peço em especial pelos produtos fabricados no Maranhão. O aumento desses produtos no mix de vocês vai nos ajudar a manter empregos e atividade econômica nas indústrias locais”, disse.

A reunião com representantes de supermercados faz parte de uma série de diálogos que estão sendo realizados pela Seinc com diversos segmentos empresariais. Na sexta-feira (1º), houve diálogos com representes de empresas que operam no Porto do Itaqui, de bebidas e com entidades empresariais por meio do Conselho Empresarial do Maranhão (CEMA).

Participaram representantes da Associação Maranhense de Supermercado (Amaso), e dos supermercados Atacadão, Camiño, Mateus, Menezes e Universo.

Imirante

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: