fbpx

Justiça Polícia

Suspeito de matar companheira é condenado a 16 anos de prisão no interior do estado

Um homem, identificado como Nívio Isak Abreu Santos, foi condenado a 16 anos e meio de reclusão no município de Bacuri-MA, suspeito de assassinar a própria companheira com um tiro no peito. O julgamento ocorreu na última quinta-feira, 30 de novembro.

O crime, julgado como feminicídio, teria acontecido dois anos atrás, em dezembro de 2021, na cidade de Bacuri-MA. Segundo as investigações, a vítima, conhecida como Eliane Barbosa, retornava de uma festa acompanhada de Nívio Isak e, ao chegarem em casa, ambos começaram a discutir.

Após a discussão, Eliane teria fugido de casa correndo, sendo perseguida por Isak até um terreno baldio. Em seguida, Isak atirou em Eliene e fugiu. A vítima morreu a caminho do hospital.

Nívio Isak foi capturado pela polícia sete meses após o crime, na cidade de Cuiabá, no Mato Grosso, por meio do Núcleo de Inteligência da Polícia Civil do Mato Grosso, com apoio da Polícia Civil Maranhense.

A sessão do Tribunal do Júri ocorreu na Câmara de Vereadores de Bacuri.(DIFUSORA).

 

 

 

 

 

 

 

 

Advertisements

Deixe uma resposta