Suspeitos de crime de latrocínio contra comerciante são presos no Maranhão

Dois suspeitos de terem praticado crime de latrocínio contra um comerciante, na madrugada da última terça-feira (26), foram presos pela Polícia Civil, na cidade de São Domingos do Maranhão, distante 437 km da capital maranhense. A ação criminosa resultou na morte do comerciante identificado como Genecy Felix de Sousa, de 53 anos. Segundo a polícia, os criminosos invadiram a residencia da vítima e cometeram o crime.

As investigações apontam que a vítima possuía um pequeno comércio em sua própria residência, onde residia sozinho. Genecy Felix tinha costume de guardar, em sua própria casa, o dinheiro faturado no comércio, assim como todas suas economias. Com isso, chamou à atenção dos criminosos, que achavam que a vítima possuía alguma quantia em dinheiro guardado em casa.

Ainda de acordo com a polícia, os dois suspeitos planejaram o crime na madrugada da terça-feira (26), logo após invadiram a casa da vítima, onde estrangularam Genecy Felix e o mataram. Depois, os criminosos roubaram parte do dinheiro que a vítima tinha guardado em sua casa.

Investigação e prisão dos criminosos

O corpo de Genecy Felix, somente foi encontrado por volta das 16h do dia do crime. A equipe de policiais da delegacia de São Domingos foi até ao local do crime e passou a realizar trabalhos investigativos, onde descobriram que os suspeitos do crime frequentavam a casa da vítima costumeiramente.

Durante as investigações, os policiais descobriram que a dupla de criminosos havia fugido para cidade de Colinas e estavam escondidos na casa da mãe de um deles.

Após ação conjunta entre policiais da Delegacia Regional de São Domingos do Maranhão, da 13ª Delegacia Regional de Presidente Dutra e da DP de Colinas, os suspeitos foram capturados. Após serem presos, confessaram o crime praticado contra a Genecy Felix.

Durante a prisão dos suspeitos, a equipe de investigação encontrou parte do dinheiro subtraído da casa da vítima, já que os autores já haviam repartido e gastado boa parte do montante roubado.

Em depoimento, familiares da vítima informaram que após a liberação do local de crime pela Policia Civil, eles encontraram parte do dinheiro escondido pela vítima em sua residência, já que o mesmo não possuía conta bancária e guardava dinheiro em diversos locais da casa, temendo ser roubado.

 

Acompanhe essas e outras notícias em Imaranhao.com. Siga, também o Imaranhao no TwitterInstagram e curta nossa página no Facebookse inscreva no nosso canal no Youtube. Entre em contato com nossa redação pelo WhatsApp ou ligue (98) 98400-0977.

 

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: