Temporal deixa pelo menos 5 mortos em Embu das Artes; bombeiros buscam desaparecidos

Pelo menos cinco pessoas morreram após a forte chuva que atingiu a cidade de Embu das Artes, na Grande São Paulo, na noite de terça-feira (29). Os bombeiros ainda procuram por desaparecidos.

  • Veja quem são os mortos pela chuva na Grande São Paulo

 

Uma mãe e dois filhos, de 5 e 7 anos, morreram soterrados. Outro filho da vítima, um bebê de 8 meses, e a mãe dela, estão desaparecidos. Outra criança da mesma família, de 1 ano, também morreu.

Casas desabam após chuva forte atingir Embu das Artes; quatro pessoas da mesma família morreram e duas estão desaparecidas — Foto: Reprodução TV Globo

Casas desabam após chuva forte atingir Embu das Artes; quatro pessoas da mesma família morreram e duas estão desaparecidas — Foto: Reprodução TV Globo

Duas casas desabaram em uma área de risco e os bombeiros foram acionados por volta das 21h40 na Rua Centauro. Mais de 40 bombeiros trabalham nas buscas. Cerca de 40 casas foram interditadas no local.

A quinta vítima é um homem que foi arrastado pela correnteza e tragado por um bueiro no bairro Santa Tereza, em outra região da cidade. A vítima chegou a ser resgatada e levada para um hospital da região, mas não resistiu aos ferimentos.

Diretor da Defesa Civil pede que população evite áreas de risco de alagamentos

Diretor da Defesa Civil pede que população evite áreas de risco de alagamentos

O tenente-coronel da Defesa Civil, Rodrigo Quintino, diz que vai apoiar o Corpo de Bombeiros na avaliação de áreas de riscos para evitar novas tragédias.

“Nosso trabalho no local vai ser exatamente a avaliação dessas áreas. Nós temos em Embu das Artes, especificamente, um total de 18 áreas de risco, que foram reavaliadas neste ano. É avaliação bem atual realizada pelo Instituto Geológico de São Paulo”, afirmou.

“É importante falar para as pessoas que evitem essas áreas como aconteceu em Embu das Artes, não tentem atravessar enxurradas, não tentem atravessar áreas alagadas, especialmente áreas relacionadas a deslizamentos de terra ou com riscos de deslizamento. A qualquer sinal mínimo de deslizamento, como rachaduras, inclinação anormal de postes, árvores e muros, é importante que as pessoas acreditem e saiam imediatamente dessas áreas”, ressaltou.

Capital paulista

 

Carro submerso em alagamento no entorno do Estádio do Morumbi, na Zona Sul de São Paulo. — Foto: Reprodução/TV Globo

Carro submerso em alagamento no entorno do Estádio do Morumbi, na Zona Sul de São Paulo. — Foto: Reprodução/TV Globo

A chuva que caiu na cidade de São Paulo causou alagamentos e transbordou ao menos dois córregos nesta terça-feira (29), deixando toda a capital em estado de atenção desde o início da tarde, de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE) da Prefeitura.

Os córregos ‘Morro do S’, no Campo Limpo, e o do Pirajuçara, na Zona Oeste, transbordaram pouco antes das 19h. O alerta do CGE para alagamentos foi emitido às 17h45 para toda a capital, incluindo as Marginais Pinheiros e Tietê.

Bombeiros resgatam pessoas ilhadas em alagamento na região do Morumbi, em SP

Bombeiros resgatam pessoas ilhadas em alagamento na região do Morumbi, em SP

 

 

Acompanhe essas e outras notícias em Imaranhao.com.

Siga, também o Imaranhao no Twitter, Instagram e curta nossa página no Facebook,

inscreva-se no nosso canal no Youtube

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: