fbpx

Terra e o Sol (imagem referencial)Terra alcança seu ponto mais próximo do Sol no início de 2021

O nosso planeta, e tudo o que ele contém, se encontra mais próximo do Sol à medida em que damos boas-vindas a 2021.

Em 2 de janeiro de 2021, a Terra atingiu uma distância de cerca de 147.093.162 de quilômetros do Sol, ou 0,98 unidade astronômica (UA). Isso significa que o planeta se encontra 3% mais próximo da estrela do que a média, ou seja, está recebendo mais radiação solar. De igual modo, o Sol também vai parecer maior durante os dias.

Este fenômeno se chama periélio, ou seja, o ponto em que a órbita da Terra se encontra mais próximo do Sol, explica a agência Forbes.

Então por que faz tanto frio? Onde estão as ondas de calor?

Isso depende do hemisfério em que uma pessoa se encontra, mas a razão implícita pode mudar dependendo de qual espaço ocupamos no Universo.

Temperaturas, clima e estações do ano não são determinados pela nossa proximidade ao Sol, mas antes, inteiramente, pela inclinação do eixo de rotação da Terra. Por exemplo, em janeiro, o Hemisfério Norte está inclinado no sentido contrário ao Sol, enquanto o Hemisfério Sul se encontra inclinado na direção da nossa estrela.

A importância das várias inclinações do eixo terrestre

Crucialmente, a Terra gira em um eixo inclinado em cerca de 23,44 graus. Essa inclinação afeta a quantidade de luz solar que cada hemisfério da Terra recebe em diferentes épocas do ano, tanto em termos de duração dos dias, como o quão baixo ou alto o Sol estará no céu.

Porém, essa obliquidade não parece explicar por que existe um periélio. O que pode ajudar a entender é o fato de que todos os corpos planetários têm órbitas ligeiramente ovais.

Há, portanto, um ponto na órbita anual da Terra que a leva ao seu ponto mais distante do Sol, em um fenômeno chamado de afélio, que está previsto para acontecer em 5 de julho, quando a Terra estará a cerca de 152.100.533 de quilômetros do Sol.

Contudo, se o periélio significa que a Terra recebe mais radiação solar, para onde vai esse calor extra?

Na verdade, a Terra está mais fria durante o periélio, pois a maior parte do Hemisfério Sul é composta por oceanos, que absorvem o calor extra e abafam o impacto do fenômeno em análise.

Acompanhe essas e outras notícias em Imaranhao.com.

Siga, também o Imaranhao no Twitter, Instagram e curta nossa página no Facebook,

inscreva-se no nosso canal no Youtube.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: