fbpx

Internacional

Trump vence primárias da Carolina do Sul e consolida vantagem entre os Republicanos

O ex-presidente dos Estados Unidos da América (EUA), Donald Trump, venceu as primárias republicanas da Carolina do Sul, neste sábado (24). Ele impôs derrota emblemática à sua adversária Nikki Haley, que já foi governadora do estado.

Com a vitória por cerca de 20 pontos percentuais de diferença, Trump consolidou a sua vantagem na disputa para ser o candidato do Partido Republicano à Presidência dos Estados Unidos. As eleições do país serão em novembro deste ano.

Apesar de ter saído derrotada dentro de seu próprio estado, Nikki Haley afirmou que não vai desistir da disputa presidencial.

“Sou uma mulher de palavra. Não vou desistir desta luta quando a maioria dos americanos desaprova Donald Trump e Joe Biden”, enfatizou.

O atual presidente dos EUA Joe Biden também precisa disputar as primárias pelo seu partido, mas sua indicação é dada como certa.

 

Vantagem elástica

Trump venceu todas as primárias até aqui (Iowa, New Hampshire, Nevada e Ilhas Virgens Britânicas), conquistando 63 delegados.

Esse número se soma agora aos 44 novos delegados garantidos com a vitória na Carolina do Sul – segundo dados preliminares. O ex-presidente dos EUA chega, portanto, ao total de 107, enquanto sua rival Nikki Haley tem 17, de acordo com o jornal “The New York Times”.

“Foi mais cedo do que prevíamos, e maior do que prevíamos”, disse Trump após os resultados deste sábado.

“Nunca vi o partido Republicano tão unido como agora”, pontuou.

A Carolina do Sul era a melhor chance de Nikki Haley desde o início das primárias – ela governou o estado por duas vezes. Ainda assim, as pesquisas já apontavam que ela seria derrotada por Trump.

A próxima primária acontece na terça-feira (27), em Michigan. Depois, está prevista a chamada Super Terça, em 5 de março, quando 15 estados vão votar.

Advertisements

Deixe uma resposta