Veja como foi a 6ª noite da 36ª edição da Vaquejada de Barreirinhas

A dança portuguesa Acadêmicos de Morros, da cidade de Morros, abriu a 6ª noite de apresentações da Vaquejada com uma coreografia singela e segura, mostrando ao público o melhor da dança cultural.

O grupo invasores, do Tapuio, se fez tribo indígena e capoeira. Com músicas ecléticas, algumas autorais, cantou e dançou a história da sua localidade.

Os Filhos de Lisboa, dança portuguesa de São Luís, fez uma apresentação pura da dança lusitana, sem invencionices.

A Cia. Atos apresentou a dança country Coração de Peão, com uma coreografia ousada, vários passos aéreos e firmes, além de transições bem elaboradas.

Em seguida, o Boi Pérola dos Lençóis fechou as apresentações com o brilho e a competência que lhe são característicos.

E por último, a atrações mais aguardadas da noite pelo público, que lotou o espaço de show, ficaram por conta de Diogo Resende, Mesa de Bar e Noda de Caju, que levaram o povo a dançar até o amanhecer com muitas músicas envolventes e pegadas.

VEJA A MATÉRIA

 

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: