Veja como foi a Sessão da Câmara Municipal de Barreirinhas na terça-feira (30), Projeto em prol dos Bombeiros Civis foi aprovado

Com muito equilíbrio e tranquilidade, algo elogiado pelos demais edis, o presidente da Câmara Municipal de Barreirinhas, o vereador Carlos Dutra comandou mais uma Sessão Ordinária na tarde desta terça-feira (30).

Na pauta, muitos requerimentos, proposições e projetos de lei que beneficiam a população de forma geral, em destaque foi colocado em plenário para votação dois projetos que tinha sido adiados da última Sessão.

Um dos projetos tinha em seu texto de autoria do vereador Ronin, que pedia ao poder executivo que o mesmo desse aos guias de turismo na cidade, um auxílio em dinheiro no valor de R$ 1.200 (Um Mil e Duzentos Reais), em três parcelas. O projeto ainda teve uma emenda do vereador Fabio Rocha, que estendia esse repasse aos, motoristas e condutores de voadeiras, emenda que foi rejeitada pela maioria presente.

O vereador Mauriedson pediu vista do projeto, alegando que precisava ver a lista de pessoas que trabalham no ramo, que foram beneficiadas pelo Auxílio Emergencial do Governo Federal, adiando mas vez o projeto.

Outro projeto importante foi o que obrigava as empresas a terem em suas dependências um Bombeiro Civil, de autoria do presidente da Casa, Carlos Dutra, após ser adiado na semana passada por pedido de vista do vereador Riba da Palmeira, foi para votação em plenário e aprovado pela maioria, segue agora pra sansão ou veto do prefeito da cidade.

 

A partir da data de publicação da aprovação dessa lei, estabelecimentos como – Casas de Shows, Boates, Parque de Exposições, locais de eventos públicos ou privados, Hipermercados, Shoppings, Condomínios residenciais e comerciais, com circulação acima de 500 pessoas, serão obrigados a contratar os serviços do Bombeiro Profissional Civil.

Bombeiro Civil é o profissional responsável pelos planos de emergência e gestão de riscos onde atua. O Bombeiro Civil atua em empresas, shows e eventos e fica responsável pela gestão dos riscos de incêndio e outras situações com potencial de gerar uma emergência.

De acordo com o texto aprovado, as empresas terão até 30 dias, antes do evento para se adequarem as normas estabelecidas. Ainda segundo o texto, as empresas que não se adequarem, estarão sujeitas a multas de cinco a 10 salários mínimos que deverá ser recolhida aos cofres públicos.

Para atuar como Bombeiro Civil, o profissional precisa realizar curso com carga horária de 210 horas.

“Lutamos muito, depois de muita conversa, finalmente fomos contemplados com essa aprovação, agradecemos ao Carlos que nos atendeu e entendeu nosso pedido e a todos os vereadores, agora é comemorar essa conquista e servir bem a nossa cidade de Barreirinhas”. Disse Comandante França.

“Sempre pensamos no bem do povo, quando fui empossado presidente desta casa eu falei que todos tinha liberdade em seus votos, eu não posso obrigar o vereador votar naquilo que quero, ele tem a prerrogativa de votar ou não votar, e por essa conduta equilibrada vem o reconhecimento. Quanto ao projeto é um projeto polemico, mais que, é essencial à nossa cidade, ainda mais nessa época de pandemia, fico feliz em ser o autor e o mesmo ser aprovado, isso é a confirmação que estamos aqui sempre pensando na melhoria de vida da nossa população”, afirmou Carlos.

 

 

Acompanhe essas e outras notícias em Imaranhao.com. Siga, também o Imaranhao no TwitterInstagram e curta nossa página no Facebookse inscreva no nosso canal no Youtube. Entre em contato com nossa redação pelo WhatsApp ou ligue (98) 98400-0977.

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: