Zuluzinho comenta participação em “duelo de tapas” na Rússia

SÃO LUÍS – Em entrevista ao canal Combate, o lutador maranhense Wagner da Conceição Martins, o Zuluzinho, falou sobre a inusitada participação em um “duelo de tapas” em Moscou, na Rússia. Filho do lendário Rei Zulu, um dos maiores nomes da luta no estado, Zuluzinho foi convidado para a disputa após o cancelamento de um evento de MMA na capital russa, por causa da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

“São dez mil contos (US$ 2 mil) para ganhar cinco tapas na cara. Quem não quer (risos) ? Voltaria sorrindo (risos). Tem muito lutador que não está ganhando isso. A bolsa no MMA é baixa. Esse tapa na cara foi bem divulgado. Quando saiu, meu irmão, estourou! Eu nem imaginava. Recebi muita mensagem, muita mesmo. Fiz entrevista para uma rádio da Espanha, foi muito bacana”, afirmou Zuluzinho.

Além da participação no duelo de tapas, Zuluzinho também recebeu o carinho do torcedor russo, que lembra do histórico combate do maranhense com Fedor Emelianenko, maior nome da história do MMA no país. “Quando atravessei a praça, de início, o pessoal ficou meio na dúvida, porque estava de jaqueta e chapéu. Quando eu tirei, o pessoal começou a bater foto, a filmar. Quase que eu não chego na limousine, era muita gente batendo foto, falando “Fedor”, falando “Zulu”. Eu não entendia nada, não sei se estavam elogiando ou xingando, mas foi muito bacana, fiquei muito feliz”, disse Zuluzinho.

Depois da aventura na Rússia, Zuluzinho retornou ao Brasil e entrou em quarentena por causa do coronavírus. “O papai está na casa dele, trancado, com a pessoa que cuida dele, porque não pode nem receber visitas. Ele está bem, mas não chego perto, para ele não pegar nem vento. Quando voltei da Rússia, passei 14 dias isolado antes de voltar para casa, em São Luís. Aqui, eu moro com a minha esposa, meus três filhos e um amigo, de Belém. Estamos todos juntos em casa”, explicou o lutador.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: